quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Siemens - O sucesso da liderança na comunicação interna


Tudo começou há 2 anos quando, seguindo uma tendência de mercado, a Siemens desenvolveu uma serie de regras anticorrupção chamado de compliance.

O compliance significa cumprir, executar “na pratica, implica em estar em conformidade com as leis , os regulamentos internos e externos e com os princípios corporativos que garantem as melhores praticas do mercado, o controle de riscos e a integridade da empresa e seus principais públicos” (material retirado do material explicativo de complince da Siemens).

Toda a mudança na organização foi feita de forma transparente e incisiva para que ficasse claro a todos as necessidades de se ter esse tipo de processo e entender que aquilo traria reultados positivos para a imagem da empresa diante todos seus públicos.

A comunicação foi feita por meio de todos os veículos disponíveis: folders, folhetos explicativos, intranet, revista e e-mails; mas o que foi considerado o ponto crucial para o sucesso da campanha foi a participação efetiva da liderança para dar credibilidade as informações e conscientizar os colaboradores da importância do compliance para o mercado.

Em um primeiro momento, a informação foi passada pelo presidente da empresa, Sr. Adilson Primo em uma reunião com aproximadamente 200 lideres, chamada talk how metting (depois do bom resultado obtido com este tipo de reunião, o talk how metting passou a fazer parte da agenda do presidente da Siemens). Essa reunião era filmada e disponibilizada para todos os colaboradores, que passaram a usar o compliance por um link na intranet.

Após esse primeiro posicionamento, todos os lideres (cargo de diretoria e gerencia) tiveram vários treinamentos de alinhamento de discurso e sobre a ferramenta compliance para entender a fundo como a empresa funcionaria naquele momento.
Passada essa etapa, cada diretor ou gerente fez uma palestra com o seu quadro de funcionários explicando a importância de compliance, como seriam cobrados, quais as principais mudanças e como usá-la efetivamente. Essa palestra foi reportada para a diretoria geral de compliance na Alemanha com informações do tipo de palestra que foi dada, a duração, quantas pessoas estavam presentes, como foi recebida a ideia, entre outros.

O líder foi utilizado como mais uma ferramenta de comunicação, no caso a principal, pois foi desta comunicação direta e pessoal que dependeu o sucesso da campanha de compliance, que hoje esta em vigor na Siemens. Essa campanha fez com que a cultura organizacional da Siemens mudasse perante a importância da liderança envolvida na comunicação interna da empresa, e hoje ela e usada em todos os momentos.

De acordo com o Sr. Wagner Lotito, gerente de comunicação e marketing da Siemens Brasil “80% do sucesso da comunicação interna depende da comunicação do líder, pois se toda a comunicação interna for bem feita, mas não confirmada pelos lideres, todo o esforço vai por água abaixo”. O Sr. Lotito participou efetivamente do processo de comunicação do compliance na Siemens e acredita que o sucesso do caso se deu também pela participação efetiva da liderança no processo. “A comunicação interna só é eficaz quando os lideres participam efetivamente do processo como verdadeiros veículos de comunicação” finaliza ele.

Depois desta conversa com o Sr. Wagner, pude perceber que a liderança e a comunicação interna estão totalmente entrelaçadas e essa é uma combinação de resultado.


*Agradeço o Sr. Wagner Lotito pela entrevista e explicação do case de sucesso da empresa como pauta para este blog.

2 comentários:

  1. Nossa senhora '80% do sucesso da comunicação interna depende da comunicação do líder, pois se toda a comunicação interna for bem feita, mas não confirmada pelos lideres, todo o esforço vai por água abaixo'. Quer dizer então que sobram apenas 20% do papel estratégido do Relações Públicas neste processo?

    mateus

    ResponderExcluir
  2. Mateus, se me permite responder a pergunta feita aos integrandes do grupo, te digo que faz parte do papel estratégico do RP garantir a boa comunicação da liderança. Então, estamos diretamente relacionado aos 80%, considerados pelo Wagner Lotito.

    Não é isso, meninos?

    ResponderExcluir